Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

Dinossauros do Brasil: 170 milhões de anos de evolução

Os mais antigos esqueletos de dinossauros são conhecidos de rochas brasileiras com 233 milhões de anos de idade. Naquele tempo, um supercontinente agrupava todas as terras emersas hoje conhecidas e apenas dois oceanos banhavam suas praias. Mamíferos e flores ainda não existiam e nem qualquer vertebrado havia aprendido a voar. 170 milhões de anos mais tarde, após impactos de asteroides gigantes e vulcanismos que perduraram por milhões de anos, seis continentes rodeados por cinco oceanos estavam repletos com milhares de espécies de dinossauros. Eles disputavam os ares com répteis gigantes, devoravam pequenos mamíferos, se especializavam na captura de insetos que se multiplicavam em parceria com as plantas com flores. Com tamanhos que variavam desde o de uma pequena rolinha ao de causar espanto à baleia-azul, desafiaram as leis da física e da biologia. Chamada de era dos dinossauros, a Era Mesozoica foi o mais intenso momento para a geologia e biologia em toda a história da Terra. No Brasil as rochas de boa parte desse intervalo, bem como o trabalho de diversos paleontólogos, já nos deram cerca de 50 espécies de dinossauros, protagonistas de histórias que estamos começando aprender a explorar. Viva os dinossauros do Brasil. Biólogo, paleontólogo, escritor, professor do Instituto de Geociências da USP, tem cerca de 15 livros de divulgação científica publicados sobre a pré-história brasileira, em especial sobre a vida dos dinossauros. Em 2018 foi vencedor do prêmio Jabuti de literatura infanto-juvenil com o livro O Brasil dos Dinossauros. Luiz Eduardo Anelli oferece formação sobre dinossauros e a pré-história do Brasil para professoras e professores do ensino fundamental e médio. Foi curador da exposição Dinos na Oca – Parque Ibirapuera -, e é o atual curador da exposição Patagotitan – o maior do mundo, que estreia em setembro no Parque do Ibirapuera, São Paulo. Anelli é o atual diretor da Estação Ciência da USP.

» veja mais

Vídeos indicados

I Seminário Psicologia e Violência - Ensino e Pesquisa

I Seminário Psicologia e Violência: ensino e pesquisa do Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade 16 e 17 de abril de 2009 Em 2007, a comissão Psicologia e Violência, instituída pelo conselho do departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade, realizou um levantamento interno entre docentes e técnicos do departamento a fim de verificar o envolvimento que mantêm com o tema Psicologia e Violência nas diferentes atividades acadêmicas por eles realizadas no IPUSP, sobretudo naquelas relacionadas à docência e à pesquisa. Os resultados do levantamento indicaram que a grande maioria dos docentes e técnicos do departamento está, direta ou indiretamente, envolvida com o tema; seja privilegiando-o como objeto de seu próprio trabalho de pesquisa e docência, seja por meio da orientação de teses e dissertações. Pretende-se, com isso, reunir docentes, técnicos e alunos que se interessem pelo tema. Será um momento oportuno para promover e realizar intercâmbios entre os colegas do Departamento, alunos de graduação e pós-graduação envolvidos com a temática, bem como fomentar o debate científico com outros pesquisadores, departamentos, laboratórios, centros, núcleos e institutos que pesquisam a respeito desse importante aspecto das relações humanas. Pretende-se, por meio deste seminário, apresentar ao conjunto do Instituto de Psicologia e da Universidade de São Paulo, um primeiro panorama do que vem sendo realizado pelo departamento em torno dessa temática. Portanto, é com prazer que convidamos os professores do departamento para contribuírem no aprofundamento e consolidação desse debate acadêmico que pretende dar seus primeiros passos, de forma articulada e consistente, já contando com as pesquisas e debates que vêm sendo realizados por cada um de nós em âmbito local e nacional. Pretende-se ainda convidar interlocutores externos ao departamento e à Psicologia para que colaborem na ampliação do debate sobre violências enquanto área de pesquisa interdisciplinar. DAS INSCRIÇÕES Nesse primeiro evento serão priorizados, na composição das mesas, a participação dos docentes do departamento cujos trabalhos de pesquisa sejam pertinentes ao tema geral do seminário: Psicologia e Violência. Está prevista a apresentação de pôsteres para os alunos de iniciação científica e da pós-graduação vinculados ao Departamento. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO: -Breve resumo do trabalho com, no máximo, dez linhas -Indicação da forma de apresentação mesa (docentes) ou pôster (alunos) -Número de telefone e endereço de e-mail. A organização do evento distribuirá as mesas ao longo de dois dias da semana (16 e 17 de abril de 2009), procurando garantir a participação de todos os inscritos. Caso o número de inscritos ultrapasse o limite de participações previstas para os dois dias de seminário, será respeitada a ordem de inscrição, de modo que os primeiros trabalhos inscritos serão priorizados. Todavia, como pretendemos garantir a apresentação de trabalhos de todos os docentes do departamento que se mostrarem interessados, encaminharemos os trabalhos excedentes para um segundo seminário a ser agendado em momento oportuno. O Período de inscrições será entre os dias 18 a 30 de novembro de 2008 e poderá ser realizado na Secretaria do PSA ou por e-mail no seguinte endereço eletrônico: psa@usp.br Comissão organizadora Docentes: Maria Isabel Leme Pedro Fernando da Silva Paulo Cesar Endo Discentes: Chris Haritçalde Cristiane Izumi Luiz Moreira Pedro Ambra Vanessa Passarelli