Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

Vice-diretor do CeMEAI é reconhecido internacionalmente pela ICIAM

O professor José Mario Martínez Perez, do IMECC/Unicamp e vice-diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) foi assim anunciado como vencedor do prêmio Su Buchin do Conselho Internacional de Matemática Industrial e Aplicada (ICIAM): “... é concedido por realizações notáveis em pesquisa - uma combinação de teoria, prática, software e aplicativos para resolver problemas de otimização em larga escala - e na promoção do desenvolvimento das comunidades de otimização e matemática aplicada na América Latina”. Tal reconhecimento é concedido a cada quatro anos a matemáticos com atuação destacada na educação, na pesquisa e na promoção do desenvolvimento de países em desenvolvimento. A cerimônia de entrega ocorrerá em agosto de 2023, em Tóquio, durante o Congresso do ICIAM. É a primeira vez que um matemático da América Latina é agraciado. O trabalho de Martínez Perez foi fundamental no crescimento da pesquisa em matemática aplicada na América Latina. Ele orientou mais de 30 alunos de mestrado e mais de 30 doutorados, mantendo conexões ao longo do tempo e promovendo colaborações que fortalecem o desenvolvimento de grupos de pesquisa em cada um desses países. Para justificar a escolha por seu nome, o comitê do ICIAM também escreveu: “... suas contribuições representam avanços notáveis para resolver problemas de otimização em larga escala por meio de algoritmos e software publicados, juntamente com um profundo envolvimento em uma ampla gama de aplicações. ” Conversamos com o vencedor do prêmio e também repercutimos essa importante conquista para a comunidade científica brasileira com o presidente Pablo Rodriguez, da Sociedade Brasileira de Matemática (SBMAC), entidade que fez a indicação, e com a officer-at-large no ICIAM, a brasileira Liliane Basso Barichello, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

» veja mais

Vídeos indicados

6º Congresso da Civilização Yoko: Década Internacional Água Para a Vida Parte 07/07

A ONU realizou três grandes reuniões para discutir o futuro das próximas gerações e o relatório final da RIO+20 ressaltou a "Década Internacional de Ação Água para a Vida (2005-2015)" e a importância de se adotar medidas para enfrentar problemas de enchentes, secas, escassez, poluição da água, reuso, redução de perdas, acesso ao saneamento básico e à água potável. Dos EUA à Ásia, do Brasil à Áustrália, num amplo cinturão que envolve bilhões de pessoas do globo terrestre, muitos países enfrentam o pior período de seca nas últimas décadas. Este evento contou com a presença de 120 participantes presenciais e mais 160 online - pelo iptv.usp - que puderam assistir às reflexões das principais lideranças e especialistas. Pôde-se concluir que a questão das águas é muito mais abrangente do que tem sido tratado nas mídias sociais e as soluções envolvem nõa apenas obras públicas de contenção, armazenamento e transposição de águas longínquas ou profundas, mas também relacionadas com a Amazônia, o fenômeno El Niño e ao próprio hábito diário das pessoas. É necessário recuperar as florestas e as calhas dos rios, bem como reduzir as poluições químicas e a proliferação de toxinas orgânicas excessivas. Para se enfrentar a crise nos próximos anos é necessário reduzir de imediato os desperdícios e começar a tratar esse bem escasso com respeito e gratidão. Parte 1 - Abertura Parte 2 - Fábio Feldmann - Sustentabilidade Planetária Parte 3 - João Augusto de Pessôa (ANA) - medidas para enfrentar crises hídricas Parte 4 - Hugo Penteado (Santander) - Economia Ecológica Parte 5 - Masashi Asano Yamaguchi (IPCY) - Uso racional da água na agricultura Parte 6 - Mariano Oscar Aníbal Ibañez Rojas (IFMA) - Recuperação de Bacias Hidrográficas com gestão socioambiental Parte 7 - Maria do Socorro Rodrigues Ibañes (UNB) - Cianobactérias tóxicas na água.