Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

Vice-diretor do CeMEAI é reconhecido internacionalmente pela ICIAM

O professor José Mario Martínez Perez, do IMECC/Unicamp e vice-diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) foi assim anunciado como vencedor do prêmio Su Buchin do Conselho Internacional de Matemática Industrial e Aplicada (ICIAM): “... é concedido por realizações notáveis em pesquisa - uma combinação de teoria, prática, software e aplicativos para resolver problemas de otimização em larga escala - e na promoção do desenvolvimento das comunidades de otimização e matemática aplicada na América Latina”. Tal reconhecimento é concedido a cada quatro anos a matemáticos com atuação destacada na educação, na pesquisa e na promoção do desenvolvimento de países em desenvolvimento. A cerimônia de entrega ocorrerá em agosto de 2023, em Tóquio, durante o Congresso do ICIAM. É a primeira vez que um matemático da América Latina é agraciado. O trabalho de Martínez Perez foi fundamental no crescimento da pesquisa em matemática aplicada na América Latina. Ele orientou mais de 30 alunos de mestrado e mais de 30 doutorados, mantendo conexões ao longo do tempo e promovendo colaborações que fortalecem o desenvolvimento de grupos de pesquisa em cada um desses países. Para justificar a escolha por seu nome, o comitê do ICIAM também escreveu: “... suas contribuições representam avanços notáveis para resolver problemas de otimização em larga escala por meio de algoritmos e software publicados, juntamente com um profundo envolvimento em uma ampla gama de aplicações. ” Conversamos com o vencedor do prêmio e também repercutimos essa importante conquista para a comunidade científica brasileira com o presidente Pablo Rodriguez, da Sociedade Brasileira de Matemática (SBMAC), entidade que fez a indicação, e com a officer-at-large no ICIAM, a brasileira Liliane Basso Barichello, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

» veja mais

Vídeos indicados

Dieta e castas: o exemplo das abelhas sociais visto por uma análise causal do desenvolvimento

As abelhas são, de longe, os mais importantes polinizadores em ecossistemas agrícolas e naturais. No entanto, o recente colapso das populações de abelhas, coloca este equilíbrio sob grave ameaça. Uma estratégia promissora para contornar este risco é a criação em larga escala destes polinizadores, através do perfeito domínio das técnicas de manejo e gestão, altamente dependentes do profundo conhecimento dos sistemas biológicos envolvidos. Embora as Apis mellifera tenham sido, por décadas, importantes organismos para estudos de plasticidade de comportamento, comunicação, aprendizado e memória, muitos aspectos da biologia deste importante inseto são ainda desconhecidos. Em uma colônia de abelhas convivem milhares de indivíduos coordenados por uma sofisticada organização e complexa divisão de trabalho, onde uma única rainha, a fêmea especializada na reprodução, despende a maior parte do tempo em por ovos, uns poucos machos, os reprodutores, e as operárias, a grande maioria de indivíduos desta sociedade e responsáveis pelo restante das tarefas da colônia. Nosso objetivo é uma análise causal do desenvolvimento deste organismo através de ferramentas de última geração em Biologia e Genética Moleculares e entender como a informação genética flui através de redes hierárquicas de expressão gênica. Para mais informações: http://iearp.blogspot.com.br/2012/04/dieta-e-castas-o-exemplo-das-abelhas.html