Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

Vice-diretor do CeMEAI é reconhecido internacionalmente pela ICIAM

O professor José Mario Martínez Perez, do IMECC/Unicamp e vice-diretor do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) foi assim anunciado como vencedor do prêmio Su Buchin do Conselho Internacional de Matemática Industrial e Aplicada (ICIAM): “... é concedido por realizações notáveis em pesquisa - uma combinação de teoria, prática, software e aplicativos para resolver problemas de otimização em larga escala - e na promoção do desenvolvimento das comunidades de otimização e matemática aplicada na América Latina”. Tal reconhecimento é concedido a cada quatro anos a matemáticos com atuação destacada na educação, na pesquisa e na promoção do desenvolvimento de países em desenvolvimento. A cerimônia de entrega ocorrerá em agosto de 2023, em Tóquio, durante o Congresso do ICIAM. É a primeira vez que um matemático da América Latina é agraciado. O trabalho de Martínez Perez foi fundamental no crescimento da pesquisa em matemática aplicada na América Latina. Ele orientou mais de 30 alunos de mestrado e mais de 30 doutorados, mantendo conexões ao longo do tempo e promovendo colaborações que fortalecem o desenvolvimento de grupos de pesquisa em cada um desses países. Para justificar a escolha por seu nome, o comitê do ICIAM também escreveu: “... suas contribuições representam avanços notáveis para resolver problemas de otimização em larga escala por meio de algoritmos e software publicados, juntamente com um profundo envolvimento em uma ampla gama de aplicações. ” Conversamos com o vencedor do prêmio e também repercutimos essa importante conquista para a comunidade científica brasileira com o presidente Pablo Rodriguez, da Sociedade Brasileira de Matemática (SBMAC), entidade que fez a indicação, e com a officer-at-large no ICIAM, a brasileira Liliane Basso Barichello, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

» veja mais

Vídeos indicados

Paisagem, Cidades, Natureza

26/8/2009 Programa 19 de agosto Natureza e Cidade no Renascimento Mario Henrique Simão D§Agostino 26 de agosto Jardins de Coleções do Maneirismo ao Barroco Ana Paula Torres Megiani 2 de setembro A construção da paisagem jesuística na América Portuguesa Renato Cymbalista 16 de setembro Cidade e cartografia do Novo Mundo Iris Kantor Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno 23 de setembro Alamedas e passeios na América Colonial Hugo Massaki Segawa 30 de setembro Paisagistas franceses na América do Sul Guilherme Mazza Dourado 7 de outubro A representação da cidade nos livros de viagem Valéria Piccoli 14 de outubro Cidades-Jardins no Brasil Moderno Carlos Roberto Monteiro de Andrade 21 de outubro Paisagem, jardins e modernidade Euler Sandeville Jr. Bibliografia BELLUZZO, Ana Maria de Moraes. O Brasil dos viajantes. Vol. I -III. Rio de Janeiro:, Fundação Odebrecht, 1994. BUENO, Beatriz P. S., Desenho e desígnio: o Brasil dos engenheiros militares (1500-1822). Tese de Doutoramento FAU/USP: Edição revisada, 2003. CARITA, Helder. Tratado da Grandeza dos Jardins em Portugal ou da originalidade e desaires desta arte. 2a. ed. Lisboa, Bertrand Editora, 1998. CARO BAROJA, Julio, Paisajes y ciudades. Madrid: Taurus, 1984. CLARK, Kenneth. Paisagem na arte. Lisboa: Ulisséia, [ ca.1961]. CLIFFORD, Derek. Los jardines. História, trazado, arte ... Madrid:, Instituto de Estudios de Administración Local, 1970. CONAN, Michel (ed.). Perspectives on Garden Histories. Washington D.C.: Dumbarton Oaks, 1999 DEBUS, Allen. El hombre y la naturaleza en el Renascimiento.México: Fondo de Cultura Econômica, 1985 SCHÖER, Carl Friedrich. Garden architecture in Europe, 1400-1800. From the villa garden of the Italian renaissance to the English landscape garden. Köln:, Taschen, 1992. GAUTIER-DALCHÉ, Jean, #La place et les structures municipales en Vielle Castille#, In. Plazas et sociabilité en Europe et Amérique latine. Paris: 1982. HUNT, John Dixon. Garden History: Issues, Approaches, Methods. Washington D.C., Dumbarton Oaks, 1989. JELLICOE, G. and S. The landscape of Man. Shaping the environment from history to present day. London: Thames and Hudson, 1987. LEACH , Edmund. Natureza/cultura. In: ENCICLOPÉDIA EINAUDI Anthropos-homem. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, v. 5, p. 67-101, 1985. LENOBLE, Robert. História da ideia de natureza. Lisboa:, Edições 70, 1990. MARX, Murillo. Cidade no Brasil, em que termos? São Paulo: Studio Nobel, 1999. MARX, Murillo. Cidade no Brasil, terra de quem? São Paulo: Nobel; Edusp, 1991. MARX, Murillo. Nosso chão: do sagrado ao profano. São Paulo: Edusp, 1989.. MEGIANI, Ana Paula Torres., O Rei Ausente. Imagem e memória da monarquia filipina nas jornadas e entradas régias de Portugal (1581-1619). São Paulo: Alameda Casa Editorial, 2004. MORÁN, Miguel, e CHECA, Fernando., El coleccionismo en España. De La cámara de maravillas a la galería de pinturas. Madrid: Cátedra, 1985. TEYSSOT, Georges. The history of garden design: the Western tradition from the Renaissance to the present day. London: Thames and Hudson, 1991. PANZINI, Franco. Per i piaceri del popolo: l§evoluzione del giardino pubblico in Europa dalle origini al XX secolo. Bologna: Zanichelli, 1993. PREGILL, Philip, VOLKMAN, Nancy. Landscapes in history: design and planning in the Eastern and Western traditions. New York: John Wiley, c1999. REIS, Nestor Goulart. Evolução urbana do Brasil 1500/1720. 2.ed. São Paulo: Pini, 2000. REIS, Nestor Goulart. Imagens de vilas e cidades do Brasil colonial. São Paulo: Edusp: Imprensa Oficial do Estado: Fapesp, 2000. SANDEVILLE JR., Euler. As sombras da floresta. Vegetação, paisagem e cultura no Brasil. São Paulo, Tese de Doutoramento, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, 1999. SCHAMA, Simon. Paisagem e memória. São Paulo:, Companhia das Letras, 1996. SEGAWA, Hugo. Ao amor do público: jardins no Brasil. São Paulo: Studio Nobel/Fapesp, 1996. THOMAS, Keith. O homem e o mundo natural: mudanças de atitude em relação às plantas e aos animais (1500-1800). Trad. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. TOBEY, G.B. A History of Landscape Architecture. The Relationship of People to Environment. NewYork: American Elsevier Publishing Co., 1973.