Transmissões

Data

Colóquios do IFSC - Não-Contextualidade testada com pares de fótons correlacionados

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Download
Gostei
423 visualizações
Publicado em Fri May 22 11:37:48 GMT-03:00 2015
Formatos:  MP4 (640 X 480 px)
Responsáveis:  Luis Henrique Carrara
Palestrantes:  Prof. Sebastião de Pádua

A conversão paramétrica descendente espontânea (CPDE) é um efeito ótico não linear no qual pares de fótons em um estado emaranhado em diferentes graus de liberdades são gerados quando um feixe de laser atravessa um cristal não-linear. Nos últimos 20 anos, CPDE tem sido a principal fonte de luz para estudos de fundamentos de física quântica, ótica e informação quântica. Em trabalhos recentes demonstramos a geração de estados emaranhados de d-níveis (d>2, qdits) na variável de caminho dos pares de fótons, protocolos de detecção e concentração de emaranhamento, medida de emaranhamento, e tomografia quântica, técnica que nos permite determinar a matriz densidade que descreve o estado quântico destes sistemas. Em vários destes trabalhos, operações sobre os estados de caminho dos pares foram realizados por moduladores de luz espacial. Estes moduladores nos permitem implementar experimentalmente no laboratório operadores teóricos pois são capazes de girar a polarização,atenuar ou adicionar fases localmente aos feixes de pares de fótons.