Transmissões

Data

5a edição do Fórum: A presença Indígena em São Paulo

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Download
Gostei
581 visualizações
Publicado em Fri May 08 13:57:08 GMT-03:00 2015
Responsáveis:  Danilo Silva Guimarães

Programação: Diálogo com os palestrantes, exibição de documentários e exposição de artesanato indígena.

Convidados:

Aparecida Ana Silva Ramos Oliveira (Pankararu), é pedagoga pela PUC-SP, membro da Comissão de Articulação dos Povos Indígenas de São Paulo (CAPISP) e do projeto Pindorama (PUC-SP). Irá conversar conosco sobre "os desafios de morar na cidade grande incluindo a questão da moradia e a dificuldade de viver longe da comunidade".

Roberto Veríssimo (Mbya Guarani), é liderança indígena da Tekoa Pyau (Jaraguá, São Paulo), irá falar sobre o fortalecimento e a visibilidade da cultura Mbya Guarani no estado de São Paulo

Oz Guarani, grupo de RAP Mbya Guarani liderado por Vladimir Karaí Poty Macena e Jeferson Rose, jovens lideranças da Tekoa Pyau (Jaraguá, São Paulo).



Sobre o Fórum: O Instituto de Psicologia da USP (IP-USP) tem realizado fóruns abertos destinado à escuta e discussão de questões relacionadas às vulnerabilidades psicossociais vivenciadas por pessoas e comunidades indígenas. O objetivo desse fórum é contribuir no processo de visibilidade da presença indígena em São Paulo, fomentando o diálogo dos diversos povos com a comunidade acadêmica, além de consolidar tarefa que consideramos precípua ao campo da psicologia enquanto ciência e profissão, de proporcionar espaços de escuta e reflexão sobre temas prementes da nossa sociedade.

A Rede de Atenção à Pessoa indígena visa contribuir para o campo de referências que concerne à atenção às vulnerabilidades psicossociais de indígenas do Estado de São Paulo. Concebemos que este trabalho só é possível por meio de um intenso diálogo com indígenas que protagonizam ações e reflexões em busca da superação dessas vulnerabilidades. Contamos com a importante parceria de lideranças Mbya Guarani da aldeia Tekoa Pyau, com a qual possuímos um histórico de atividades conjuntas, além de atividades já desenvolvidas e em andamento com a participação de atores indígenas de diversas etnias presentes no município e estado de São Paulo.