Transmissões

Data

Revistas de Cultura e Extensão

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Gostei
1741 visualizações
Publicado em Wed Oct 31 18:18:35 GMT-03:00 2012
Formatos:  FLV (640 X 360 px)

Revistas de Cultura e Extensão

“I Seminário sobre revistas de cultura e extensão”: breve relato

Em setembro, no dia 21, como parte do programa do Seminário Nacional de Cultura, aconteceu o seminário sobre Revistas de Cultura e Extensão. Esse seminário teve como finalidade discutir os objetivos de publicações na área de cultura e extensão.
Na abertura, a Profa. Dra. Diana Helena de Benedetto Pozzi, coordenadora da mesa de debates, propôs a ideia de que uma revista já é uma atividade de extensão e, sendo da área de cultura e extensão, deve atuar sobre a cultura de uma sociedade. Os professores José Felício da Costa Meyer e Maria Cândida Soares Del Masso apresentaram levantamentos sobre o que existe de publicações na área de Cultura e Extensão no Brasil e ficou clara a predominância de revistas para atender àqueles trabalhos que não foram aceitos em revistas de suas áreas específicas.
A apresentação do Prof. João Francisco da Costa Meyer mostrou a dificuldade em validar as publicações em revista de cultura e extensão para efeito de currículo, fato também comentado pela profa. Maria Cândida. O Prof. José Nicolau Gregorin Filho, presente ao seminário, comentou que qualquer publicação em revista de área específica é uma atividade de extensão e notoriamente, em geral, essa atividade não é considerada como tal e sim como atividade de pesquisa.
A professora Diana acrescentou que uma revista de cultura e extensão, aberta a todas as áreas e à comunidade, deve ter uma linguagem própria e acessível a todos, não atender ao jargão de cada área, fato esse que se apresenta como diminuição do interesse, pois cada texto atingiria tão somente leitores da área específica.
O Prof. Plínio Martins Filho apresentou a importância da editoração e da apresentação de periódicos para que se atenda ao objetivo desejado.
Ficou aparente que uma revista específica de cultura e extensão, a qual engloba atividades de ensino e pesquisa, deve ter uma apresentação e uma linguagem própria para ser interessante à comunidade e conquistar seu espaço como atividade acadêmica. Para isso, não pode ser mero repositório de artigos escritos em jargões específicos e que venham a compor a coletânea de revistas de cultura e extensão em razão de recusa pelos periódicos das áreas relacionadas. A revista de extensão deve, portanto, ser uma atividade de extensão que atinja à sociedade no seu todo.
O seminário configurou-se, assim, como um importante espaço para o debate acerca de publicações para a área de cultura e extensão.
O seminário na integra poderá ser acessado pelo site:

. Dra. Diana Helena de Benedetto Pozzi


A revista tem por finalidade publicar artigos científicos relacionados a projetos ligados às áreas de cultura e extensão, desenvolvidos por docentes, funcionários e alunos da USP.

Dessa forma, com o lançamento de seu número um, a Revista de Cultura e Extensão será um importante veículo para a comunidade acadêmica, que disporá de publicação específica para divulgar seus projetos. Além disso, será, também, um veículo para a valorização da área, principalmente em função da realidade atual, na qual o papel da cultura e da extensão é fundamental para os propósitos da Universidade.

Mostrando a interface existente entre as atividades- fim da Universidade de São Paulo – ensino, pesquisa e extensão –, a revista espera que a comunidade acadêmico-científica possa compartilhar interesses e objetivos, entendendo que a Universidade não atua de maneira completa sem uma forte inter-relação com a sociedade, ou seja, sem sua prática extensionista.

Os trabalhos podem ser apresentados em língua portuguesa ou inglesa, devendo ser originais e inéditos, o que significa que não devem ter sido anteriormente publicados, nem sido enviados simultaneamente para outra revista.

A publicação dos trabalhos dependerá da observância das normas da Revista de Cultura e Extensão da USP e da decisão da comissão editorial, após apreciação de especialistas da área.