Transmissões

Data

Colóquios do IFSC - Selenocisteína: o 21o aminoácido e sua síntese

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Download
Gostei
532 visualizações
Publicado em Fri Nov 29 12:16:22 BRST 2013
Formatos:  MP4 (640 X 480 px)
Responsáveis:  Luis Henrique Carrara
Palestrantes:  Otavio Henrique Thiemann

Protozoários representam um grupo de organismos unicelulares que possuem uma longa história evolutiva e se adaptaram a diversos ambientes e formas de vida, como a vida livre, parasitária e simbiôntica, revelando a presença de vias metabólicas antes desconhecidas em outros grupos de organismos. Uma via que tem sido foco de nosso interesse é a síntese de novos aminoácidos, como a selenocisteína e pirrolisina, que resultam na expansão do código genético dos tradicionais 20 aminoácidos para atualmente um total de 22 aminoácidos. A via de síntese do 21º aminoácido (selenocisteína – Sec – U) representa a principal forma biológica de selênio, um composto tóxico, mas essencial na forma de um micronutriente. A sua síntese e incorporação em selenoproteínas depende de um complexo mecanismo de sinalização e regulação que ainda não foi completamente elucidada que estamos investigando tanto em protozoários como em bactérias. Nosso grupo tem se dedicado ao estudo funcional e estrutural de enzimas dessa via em protozoários e na bactéria Escherichia coli. Identificamos sua existência em parasitos Leishmania e Trypanosoma e recentemente na ameba, Naegleria gruberi. Esta via representa um alvo em potencial no estudo do mecanismo de interação e especificidade entre proteínas e tRNAs e demonstramos ser essencial para a sobrevivência dos parasitos e pode ser uma interessante via para desenho de drogas.