Transmissões

Data

Colóquio MAP - 16/08/2013 - ESCOAMENTO EM TORNO DE CILINDRO ESBELTO: ESTABILIDADE, APROXIMAÇÃO ASSINTÓTICA E EQUAÇÃO DE GINZBURG-LANDAU

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Download
Gostei
431 visualizações
Publicado em Tue Sep 03 14:26:11 BRT 2013
Formatos:  FLV (640 X 360 px)

O trabalho toma partido da esbeltez do corpo e propõe uma

aproximação assintótica, onde o problema bidimensional na seção
transversal
(plano (x,y)) é resolvido numericamente e representado “exatamente” por
uma
série assintótica, com a amplitude do modo instável, o “parâmetro de
ordem”, obedecendo a *Equação de Landau*. A variação lenta do escoamento
ao
longo da envergadura (eixo z) é assintoticamente descrita pela *Equação de
Ginzburg-Landau* (GLE), o coeficiente 3D sendo obtido pela solução
numérica

de um problema linear no plano da seção transversal; a possibilidade da
GLE
representar a solução caótica 3D observada na faixa Re > 250, incluindo a
“crise da sustentação” (“lift crisis”), é discutida. Resultados
preliminares serão comentados ao longo da exposição e a motivação do
presente estudo é desenvolver um modelo consistente da interação
fluido-elástica entre um “riser” de produção de petróleo e as correntes
marítimas: esse modelo consistiria de um par acoplado de equações em
derivadas parciais nas variáveis (z,t), uma descrevendo a dinâmica linear
do cabo e outra a dinâmica do fluido, representada por uma equação de
Ginzburg-Landau estendida com coeficientes pré-determinados dependentes do
número de Reynolds Re.