• Transmissão encerrada

Transmissões

Data

Simpósio de Políticas Públicas de Educação Ambiental para sociedades sustentáveis: Municípios, Escolas e Instituições de Educação Superior que educam para a sustentabilidade ambiental

Normal Expandido
Formato
Reportar Erro
Denunciar
Incorporar
Recomendar
Gostei
975 visualizações
Publicado em Wed May 07 00:00:00 BRT 2014
Autor: ESALQ - USP
Dias: 07/05/2014 - 09/05/2014
Horário: 08:30 - 19:00

Simpósio de Políticas Públicas de Educação Ambiental para sociedades sustentáveis: Municípios, Escolas e Instituições de Educação Superior que educam para a sustentabilidade ambiental Maiores informações: http://simposioppea.wordpress.com/ data: 0 a 09 de maio de 2014 local: ESALQ - USP Programação: 07/05 - 9h00 Mesa de Abertura. Tema: Políticas Públicas de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis 10h30 - 12h30 Palestra de Abertura: Mudanças climáticas globais e ação local: desafios para a educação (Antônio Donato Nobre INPE/INPA) 08/05 8h45 - 12h00 Políticas públicas de EA e municípios que educam para a sustentabilidade socioambiental 08/05 - Políticas Públicas de EA e escolas que educam para a sustentabilidade socioambiental Políticas Públicas de EA e instituições de educação superior que educam para a sustentabilidade socioambiental Landislau Dowbor (PUC - SP), Luiz Antônio Ferraro Junior (SEMA - BA), Maria Henriqueta Andrade Raymundo (OCA/ESALQ USP, FunBEA), Semíramis Albuquerque Biasoli (mediação, OCA - ESALQ, Funbea) 09/05 8h30 - Socialização dos Grupos de Trabalho 11h00 - 13h00 Mesa de Encerramento Saudações aos participantes internacionais do Seminário "EA: O melhor de ambos os mundos", a realizar-se no período de 12 a 17 de maio de 2014 em Bertioga/SP Mahesh Pradhan (Chief, Environmental Education and Training Unit; Division of Environmental Policy Implementation; United Nations Environment Programme; Nairobi, Kenya) - Apresentação da ONU sobre suas ações sintonizadas com as Políticas Públicas de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis. Carlos Rodrigues Brandão (IFCH/Unicamp, UFU) - Conferência "Ideias do chão da educação para quem educa para a vida" Marcos Sorrentino (Oca/ESALQ/USP) - Fala de encerramento do Simpósio Maiores informações:::: http://simposioppea.wordpress.com/ Inscrições são gratuitas Palestrantes 7 de maio de 2014 – Quarta-feira Mesa de abertura: Políticas públicas de Educação Ambiental para sociedades sustentáveis SorrentinoMarcos Sorrentino (mediador) – Militante socioambientalista desde a década de 1970, foi fundador e é atual coordenador do Laboratório de Educação e Política Ambiental, a Oca, É professor livre-docente do Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz – Universidade de São Paulo (ESALQ-USP), em Piracicaba (SP). Graduou-se em Biologia e em Pedagogia na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos (SP), e tornou-se mestre em Educação na mesma universidade. É doutor em Educação pela USP. Realizou pós-doutorados no Departamento de Psicologia Social da USP e no Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (UnB), onde também foi pesquisador colaborador. Entre 2003 e 2008 atuou como diretor de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA). É um dos pensadores e articuladores de políticas de educação ambiental no Brasil, autor de artigos e de livros sobre o tema, como a organização de Educação Ambiental e Políticas Públicas: Conceitos, Fundamentos e Tendências (Ed. Appris, 2013). É também professor livre-docente também no Programa Interunidades de Pós Graduação de Ecologia Aplicada CENA/ESALQ/USP. CaixetaJosé Vicente Caixeta Filho – Diretor da ESALQ-USP, onde atua junto ao Departamento de Economia, Administração e Sociologia. É graduado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1984), mestre em Economia pela University of New England (Austrália, doutor em Engenharia de Transportes pela Escola Politécnica da USP, e pós-Doutorado na Christian-Albrechts Universität zu Kiel (Alemanha, 1994). Palestra de abertura: Mudanças climáticas globais e ação local: desafios para a educação ambiental NobreAntonio Donato Nobre – Pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e pesquisador Visitante no Centro de Ciência do Sistema Terrestre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), atua na divulgação científica em temas ligados às Mudanças Climáticas. Atuou como relator nos estudos sobre o Código Florestal, promovidos pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e Academia Brasileira de Ciências. É graduado em Agronomia pela USP, mestre em Biologia Tropical/Ecologia pelo Instituto Nacional de INPA e PhD em Earth System Sciences/Biogeochemistry, junto à University of New Hampshire (EUA). Pesquisador das interações entre floresta e clima, falou sobre o tema em palestras como no TedEx Amazônia, em 2011 8 de maio de 2014 – Quinta-feira Políticas Públicas de educação ambiental e municípios que educam para a sustentabilidade socioambiental DowborLadislau Dowbor – Professor titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), é graduado em economia política pela Universite de Lausanne (França), mestre em Economia Social e doutor em Ciências Econômicas pela Escola Superior de Estatística e Planejamento de Varsóvia. Atua como conselheiro no Instituto Polis, CENPEC, IDEC, Instituto Paulo Freires, entre outras instituições. Sua experiência de atuação em Administração e Economia é principalmente nos temas economia regional e urbana, gestão descentralizada no s municípios, planejamento educacional, mudanças tecnológicas. Autor de diversos livros e artigos, mantém um site atualizado com suas reflexões, que incluem ainda temas como o papel da ciência e o desenvolvimento sustentável. FerraroLuiz Antonio Ferraro Junior – Atua na Superintendência de Estudos e Pesquisas Ambientais da Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia (SEMA-BA), onde também foi diretor de Educação Ambiental. É graduado em engenharia agronômica pela ESALQ-USP, mestre em Agronomia pela USP e doutor em Desenvolvimento Sustentável pela UnB, na área de Política e Gestão Ambiental. É atualmente professor vinculado aos mestrados de Educação e de Modelagem Ambiental pela Universidade Estadual de Feira de Santa (UEFS), na Bahia. Tem artigos e capítulos de livros sobre Educação Ambiental publicados, como a organização da coletânea Encontros e Caminhos: Formação de Coletivos e Educadores Ambientais (MMA, 2007). CandidoMarcelo Candido – Geógrafo pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), especialista em Planejamento Urbano pela Universidade de Brasília (UnB). Foi deputado estadual àna Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e prefeito por dois mandatos no Município de Suzano (SP), de 2005 à 2012. Esteve na Presidência do Subcomitê de Bacia Hidrográfica do Alto Tietê Cabeceiras. HenriquetaMaria Henriqueta Andrade Raymundo – Participante do Laboratório de Educação e Política Ambiental, a OCA (ESALQ-USP), bióloga, e mestre em Recursos Florestais pela ESALQ-USP, quando estudou o tema da Agenda 21 local e Educação Ambiental. Foi Diretora de Gestão Ambiental na Prefeitura de Suzano (SP), onde atuou como coordenadora da construção da Política e Sistema Municipal de Educação Ambiental. Foi ainda coordenadora da Comissão Interinstitucional Municipal de Educação Ambiental (CIMEA/Suzano) e do Programa de Educação Ambiental Popular. Ex-coordenadora do Programa Nacional de Formação em Fiscalização Ambiental no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), entre 2004 e 2007, também atuou em educação ambiental para a gestão das águas. É integrante e consultora do Fundo Brasileiro de Educação Ambiental (FunBEA), membro da Rede Paulista de Educação Ambiental (REPEA) e do Coletivo Educador do Alto Tietê Cabeceiras (SP). SemiramisSemiramis Albuquerque Biasoli (mediadora) – Participante do Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA). Advogada de formação inicial, é doutoranda em Políticas Públicas de Educação Ambiental pela ESALQ-USP, onde pesquisa processos participativos e políticas de formação de educadores (as) ambientais, e pós-graduada em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atuou como enraizadora de políticas públicas de Educação Ambiental, junto ao MMA, entre 2004 e 2008. É secretaria executiva do FunBEA e membro da REPEA. Políticas Públicas de educação ambiental e escolas que educam para a sustentabilidade socioambiental Jose PachecoJosé Pacheco – Fundador da Escola da Ponte, em Portugal, uma experiência diferenciada na área de educação na Europa. É licenciado em Ciências da Educação e mestre em Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (Portugal). Atuou também como professor da Escola Superior de Educação do Porto, e como membro do Conselho Nacional de Educação. Coordena diversas atividades para instituições de ensino em Portugal e no Brasil, acompanhando projetos em escolas em diversos estados brasileiros. É ainda educador no Projeto Âncora (Cotia), inspirado na Escola da Ponte. SatoMichèle Sato – Articuladora de diversas redes socioambientais e autora de livros sobre educação ambiental, é licenciada em Biologia, mestre em Filosofia pela University of East Anglia (Inglaterra), doutora em Ecologia e Recursos Naturais pela UFSCar e pós-doutora em Educação pela Université du Québec à Montréal (Canadá). É docente associada no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e líder do Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA), além de colaboradora em várias outras universidades nacionais e estrangeiras. É ainda membro do Fórum de Direitos Humanos e da Terra de Mato Grosso. TrajberRachel Trajber – Membro da Rede Planetária de Educação Ambiental, é graduada em Literatura Francesa pela Universidade de Haifa (Israel), mestra e doutora em Antropologia pela Purdue University (Indiana, EUA). Foi coordenadora Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação (MEC) durante sete anos, onde atuou na articulação de políticas públicas. Atualmente desenvolve projetos em Educação Ambiental junto ao CEMADEM (Centro de Monitoramento de Desastres Naturais) em São José dos Campos. Contribui com publicações e entrevistas sobre educação ambiental e temas correlatos, como a entrevista sobre sustentabilidade para a revista Nova Escola. Jaqueline MollJaqueline Moll – Professora associada da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), professora colaboradora da Universidade de Brasília (UnB) e diretora de Currículos e Educação Integral da Secretaria de Educação Básica do MEC, onde atua na coordenação do Programa Mais Educação como estratégia para a indução da política de educação integral no Brasil. É graduada em Pedagogia pelo Centro de Ensino Superior de Erechim, com especialização em Alfabetização pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), e em Educação Popular pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1988). Ainda é mestre em Educação pela PUC-RS e doutora em Educação pela UFRGS, tendo realizado parte dos estudos na Universidade de Barcelona. Mantém um blog, onde registra suas reflexões. SimoneSimone Portugal (mediadora) – Consultora da Coordenação Geral de Educação Ambiental do MEC, onde acompanhou o processo da IV Conferência Nacional Infanto-juvenil pelo Meio Ambiente “Vamos Cuidar do Brasil com Escolas Sustentáveis”. É graduada em Educação Artística – Licenciatura em Música pela Faculdade de Educação Musical do Paraná, e mestra em educação pela UnB, onde estudou o tema da educação ambiental na escola. Participou da gestão de Conselhos Escolares e Associação de Pais e Mestres, sendo indicada, em 2012, para representar o segmento “pais de alunos da rede estadual de ensino”, no Conselho Municipal de Educação de Piracicaba (SP). É autora de livros e materiais didáticos de educação ambiental. Políticas Públicas de educação ambiental e Instituições de Educação Superior que educam para a sustentabilidade socioambiental HaydeeHaydée Torres de Oliveira – Ambientalista e professora do Departamento de Ciências Ambientais da UFSCar, pesquisadora credenciada nos programas de Pós-Graduação em Ecologia e Recursos Naturais, Ciências Ambientais e Mestrado Profissional em Conservação da Fauna. Na mesma universidade é líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Ambiental (GEPEA). Bióloga, com mestrado em Ecologia e doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela UFSCar, e pós-Doutorado em Educação Ambiental pela Universidade Autônoma de Barcelona (Espanha). Participa de diversas redes de educação ambiental, e em projetos internacionais como o da Rede de Ambientalização Curricular no Ensino Superior (ACES). Coordena também o projeto Educação Ambiental para a Conservação da Biodiversidade: o papel dos predadores de topo de cadeia. Seu grupo de pesquisa atua na formação e análise de políticas públicas de educação ambiental, como no caso exposto na publicação Os Fundamentos e as Políticas Públicas de Educação Ambiental na Constituição do Coletivo Educador de São Carlos, Araraquara, Jaboticabal e Região (2011). RizomaGenina Calafell Subirá (Espanha) - Licenciada em Ciências Ambientais pela Universidade Autônoma de Barcelona e doutora em Educação Ambiental pela mesma universidade. Faz parte do Grupo de Pesquisa Complex, onde estuda sobre a ambientalização da didática nas Ciências, o diálogo interdisciplinar em educação superior e no sistema educativo, a incorporação de princípios da complexidade em contextos educativos, e a educação ambiental e o consumo. CarvalhoIsabel Cristina de Moura Carvalho – Autora de diversos livros sobre educação ambiental, é professora e coordenadora do Programa de Pós-Graduação e da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica do RS. É graduada em Psicologia pela PUC-SP, especializada em psicanálise pela Universidade Santa Úrsula (RJ), mestre em Psicologia da Educação pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), e doutora em Educação pela UFGRS. Realizou seu pós-doutorado em Antropologia na Universidade de San Diego (UCSD), na Califórnia, onde também atuou como professora visitante do Centro de Estudos Ibero Latino Americano (CILAS). Nos anos 1980 trabalhou como educadora ambiental no Instituto Florestal, em São Paulo, e no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Mantém um blog com seus artigos e outras referências. Maria de Lourdes SpazzianiMaria de Lourdes Spazziani – Professora do Instituto de Biociências da UNESP/Bauru (SP). É licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Nove de Julho e bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade de Guarulhos. É ainda mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e doutora em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP. Especializou-se em Educação Ambiental pela UFMT. É membro fundador do Grupo de Estudos em Ciências e Educação Ambiental da Faculdade de Educação (GEA) da UFRJ, e organizadora de coletivos educadores como o Coletivo Educador para o Território Sustentável de Ribeirão Preto e o Coletivo Cuesta Educador. danielDaniel Fonseca de Andrade (mediador) – Participante do Laboratório de Educação e Política ambiental (OCA). É biólogo formado na USP, mestre em Ciência Ambiental pela South Bank University (Inglaterra) e doutor em Ciência Ambiental pelo Programa de Ciência Ambiental/USP (PROCAM-USP). Atualmente é professor do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto (SP). 9 de maio de 2014 – Sexta-feira Conferência de Encerramento BrandaoCarlos Rodrigues Brandão – Militante socioambientalista, escritor, poeta e pensador da educação ambiental no Brasil, é também um dos fundadores do Laboratório de Política e Educação Ambiental, a Oca. É graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), mestre em Antropologia pela UnB e doutor em Ciências Sociais pela USP. Atualmente é professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Unicamp, e professor-visitante sênior da Universidade Federal de Uberlândia (UFU-MG). Coordena atualmente dois projetos de pesquisa nos sertões do Norte de Minas. Vive atualmente no Sul de Minas, no Sítio Rosa dos Ventos, onde recebe hóspedes interessados em vivenciar atividades de compartilhamento coletivo. Para conhecer seu trabalho acesse a área Livro Livre.