Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

COLÓQUIO - IFUSP: he Discrete Charm of Scale Invariance in Nuclear and Atomic Physics

Nature is certainly not invariant under changes of scale. Phenomena and laws are characterized by parameters that determine their dimensions. However, while the complexity of some many-body systems may stem from a profusion of distinct scales, rich structures exist even when there is no more than one essential scale associated with *discrete* scale invariance. I will discuss how intrinsically quantum-mechanical structures with unique properties, sometimes labeled "Efimov physics", emerge in nuclear and some closely related atomic systems from a contact three-body force. ABOUT THE SPEAKER: Ubirajara (Bira) van Kolck is a Directeur de Recherche at France's Centre National de la Recherche Scientifique and a Professor of Physics at the University of Arizona. After receiving his Ph.D. in 1993 from the University of Texas at Austin under the supervision of S. Weinberg, he held postdoctoral appointments at the University of Washington and Caltech. He has been a RHIC Physics Fellow, a DOE Outstanding Junior Investigator, and a Sloan Fellow. He is a Fellow of the American Physical Society and received the Prix Paul Langevin 2015 of the Societe Francaise de Physique. His interests center on effective field theories and the emergence of nuclear physics from the Standard Model and its extensions. O Prof. van Kolck é mundialmente reconhecido por iniciar e ampliar a linha de pesquisa de teorias efetivas aplicadas a sistemas hadrônicos e nucleares. Fez sua graduação no IFUSP, mestrado no IFT-UNESP, e o seu doutorado na Universidade do Texas sob a orientação de Steven Weinberg (prêmio Nobel de 1979).

» veja mais

Vídeos indicados

Seminário a EPUSP e os Grandes Projetos Nacionais_part004

Em junho próximo comemora-se o centenário da imigração japonesa no Brasil. Esta data reveste-se de grande importância para a Escola Politécnica da USP em face da substancial contribuição de profissionais, com raízes japonesas, para o engrandecimento do nome de nossa escola. Sem citar nomes, pois seria difícil citar a todos, vários desses professores deram à Escola Politécnica da USP a cara que ela se apresenta à sociedade atualmente. Um contingente razoável de estudantes de origem japonesa já passou por nossa escola e muitos ainda continuam a freqüentar nossos cursos. Deste contingente vários estudantes desta comunidade conseguiram posições de destaque no cenário nacional, seja no panorama industrial, governamental ou mesmo político que nos dão orgulho anunciar que são formados pela Escola Politécnica da USP. Visando reconhecer a importância que aquele navio japonês, que aportou em 18 de junho de 1908 em Santos, representa para a sociedade brasileira e, em particular para Escola Politécnica da USP, rendemos, por ocasião de seu centenário, nossas homenagens a esta data, com a realização deste evento que busca mostrar a participação da Escola Politécnica da USP nos grandes projetos nacionais que mudaram a qualidade de vida do povo brasileiro e nos colocaram como o grande líder tecnológico da América Latina neste terceiro milênio. A ocasião será propícia para prestarmos também nossas homenagens, aos nossos professores e funcionários, com raízes japonesas, que se retiraram, como mostra de nossa gratidão e reconhecimento pelas suas contribuições a Escola Politécnica da USP.