Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

COLÓQUIO - IFUSP: All laser-driven MeV Compton x-ray source

In this Colloquium, Prof. Banerjee will discuss our recent work on the development of an all-laser-driven, tunable x-ray source based on inverse Compton scattering. This source produces highly collimated beams of high-energy x-rays that span the energy range 10 keV to 20 MeV. Unlike conventional bremsstrahlung the x-rays have low energy spread and a bandwidth as low as 10% has been reported. This breakthrough device uses two high-power laser pulses obtained from the PW-class Diocles laser system. One pulse accelerates electrons to high-energy by the process of laser-wakefield acceleration and the second pulse scatters off the electron beam to produce x-rays. High-brightness is achieved on account of the fact that the electron and laser pulse are both micron size and femtosecond duration and can be made to interact optimally in the counterpropagating configuration. The system can operate in a repetitive mode with photon output of 108 photons s-1. The peak brightness approaches 1021 photons mm-2 mrad-2 s-1 (0.1% bandwidth) and this is three orders of magnitude higher than for conventional Compton sources. We have used this source to demonstrate a number of proof-of-concept applications such as radiography through dense shielded structures, photonuclear activation, and diffractive imaging using single photon spectroscopy. In addition the scattering process can be used to infer the characteristics of high-energy electron beams and has been used to measure the intrinsic emittance in a regime where the electron beam is strongly influenced by space-charge induced forces. More recently we demonstrated for the first time, high-order multiphoton scattering by the use of laser intensity approaching 1021 W cm-2, and our experimental results indicate that >500th order harmonic is produced in the interaction of free electrons with intense laser light.

Aula Aberta: "Outubro Rosa e Novembro Azul - Rastreamentos de câncer, sobrediagnóstico e sobretratamento".

Aula Aberta: "Outubro Rosa e Novembro Azul - Rastreamentos de câncer, sobrediagnóstico e sobretratamento". Data: no dia 16/11/2017 das 14 às 17h. A Coordenação da disciplina HSM0122 - Evidências e inovação em saúde, realizará a Aula Aberta: "Outubro Rosa e Novembro Azul - Rastreamentos de câncer, sobrediagnóstico e sobretratamento". O objetivo é refletir criticamente sobre se e como a ampliação da cobertura tem reduzido (ou não) a incidência e a mortalidade pelos cânceres de próstata, mama e colo. Sabemos que existem aspectos controversos, e a ideia é reunir elementos para entender os limites e alcances dos diferentes rastreamentos como políticas públicas, os problemas do sobrediagnósticoe do sobretratamento como temas de pesquisa e ação de Saúde Pública, e alternativas ao enfrentamento destes agravos. Programação: Introdução: porque uma aula aberta sobre Outubro Rosa e Novembro Azul - Rastreamentos de câncer, sobrediagnóstico e sobretratamentos Max Moura (FSP) "Tendências de incidência, rastreamento e mortalidade dos cânceres de mama, colo e próstata" Luiz Pracchia (PMSP) "Políticas municipais de rastreamento, seus limites e alcances" . Rodrigo Olmos (HU-USP) "Sobrediagnóstico, sobretratamento e as iniciativas Choosing Wisely e Slow Medicine" Debate com o público Local: FSP/USP - Av. Dr. Arnaldo, 715 - Anfiteatro João Yunes - Cerqueira Cesar - Capital, SP. Coordenação: Profa. Dra. Carmen Simone Grillo Diniz - Departamento de Saúde e Ciclos de Vida da FSP/USP.

» veja mais

Vídeos indicados

2- Curso IPv6 Básico

2- Parte - Tarde - Dia : 05/07/2010 ## Será oferecido pelo Nic.Br um curso de IPv6 básico exclusivo para alunos de graduação e pós-graduação da EP-USP, nos dias 05 a 07 de Julho de 2010, das 9h as 18h . O curso é gratuito, com as despesas pagas pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), através do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), e o apoio do LARC/PCS/EPUSP, que fornecerá o local e a conectividade. As vagas serão limitadas a 32 participantes. Inscrições podem ser feitas em: http://www.ipv6.br/IPV6/AlunosUSP As inscrições estarão abertas até dia 21/06, ou até que todas as vagas sejam preenchidas. Até dia 23/06 os inscritos receberão um email confirmando ou não a aceitação de sua inscrição e a realização do curso. Pré-requisitos para participação: * Conhecimentos teóricos e práticos sobre redes IPv4. * Ser aluno da USP. Alunos de pós e do último ano terão preferência. * Estudar todo o curso Introdução ao IPv6 do projeto IPv6.br - http://ipv6.br/curso (cerca de 4h de estudo). * Trazer um notebook (com qualquer sistema operacional e rede wifi) para acesso aos laboratórios. O curso: Aulas Teóricas: (aproximadamente 12h) * Introdução ao IPv6 e importância de sua implantação na Internet * Funcionalidades básicas do IPv6 * Gerenciamento de redes IPv6 * Segurança em redes IPv6 * Coexistência e transição * Roteamento IPv6 Laboratórios: (aproximadamente 12h) * Configurações e funcionalidades básicas * Roteamento estático, BGP e OSPF * Firewalls * Túneis * DNS A realização do curso está condicionada a um mínimo de 24 inscrições.