Transmissões

Data
Vídeos mais vistos

Seminário Internacional Arte Degenerada 80 Anos - 25/04

MAC Ibirapuera nos dias 25 a 27/abril das 9h as 17:30h. Seminário Internacional Arte Degenerada 80 Anos, organizado pela Profa. Helouise Costa "No ano de 1937 o governo alemão, liderado por Adolf Hitler, inaugurou uma grande exposição de arte moderna com cerca de 650 obras confiscadas dos principais museus públicos do país, intitulada Arte Degenerada (Entartete Kunst). Marc Chagall, Otto Dix, Max Ernst, George Grosz, Wassily Kandinsky, Paul Klee, Lászlo MoholyNagy, Piet Mondrian e Lasar Segall estavam listados entre os 112 artistas que tiveram obras selecionadas para a mostra. Preparada para ser facilmente assimilada pelo público leigo, a exposição apresentava uma interpretação altamente negativa e tendenciosa da arte moderna. A mostra Arte Degenerada teve inúmeros desdobramentos no Brasil. Houve desde perseguições a artistas modernos acusados de degenerados, até manifestações de apoio e engajamentos na luta contra os regimes totalitários. Um exemplo deste segundo caso foi a exposição Arte condenada pelo III Reich, realizada na Galeria Askanasy (Rio de Janeiro, 1945). O evento buscou angariar o apoio do público local contra o nazifascismo e afirmar a arte moderna como sinônimo de liberdade de expressão. Neste momento em que se completam 80 anos da exposição Arte Degenerada, o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, em parceria com o Museu Lasar Segall, realiza o Seminário Internacional “Arte Degenerada – 80 Anos: Repercussões no Brasil”. O objetivo é refletir sobre as repercussões da exposição Arte Degenerada (Entartete Kunst) no Brasil e sobre a perseguição à arte moderna ocorrida no país na primeira metade do século XX. O Seminário se realizará em três dias e contará com mesas-redondas formadas por especialistas nacionais e estrangeiros, além de sessões de comunicações selecionadas."

» veja mais